logo-erb-brancoverm

Sábado de grandes disputas no Rally de Ponta Grossa

Válida pela quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade e pelo Paranaense, especiais tiveram barro e piso seco
pontagrossa-sabado-cba

 
O Rally de Ponta Grossa (PR) começou neste sábado (20) sem sol, mas também sem a chuva que deixou as especiais com puro barro na sexta-feira. Luccas Arnone e Andrey Karpinski foram os mais rápidos do dia, completando as seis especiais do dia em 42min26s5, pouco mais de um segundo mais rápidos em relação a Dimas Pimenta III e Rodrigo Konig. Felipe Muller e Felipe Costa fecharam a lista dos três mais velozes.

Na primeira das três passagens pelos dois trechos de 10,2 km e 16,6 km, o piso ainda era de lama e buracos. O piloto Jean Pimentel disse ter visto seu Peugeot 206 andar com as rodas traseiras no ar por alguns segundos – “em uma valeta do segundo trecho fiquei esperando o carro capotar”, disse o companheiro de Thiago Osternack do Peugeot 206 da categoria CBR2.

As especiais do dia começaram com as duplas Maurício Neves/Leandro Ferrarini (Peugeot 207 da CBR2) e Marcos Marcola/Sérgio Tarcísio (VW Gol da CBR2) andando até cinco segundos mais rápidos do que os carros da categoria CBR1 (4×4). Entusiasmado Marcola elogiou seu antigo companheiro de rally “Você reconhece que tem um bom navegador quando nem lembra que ele existe”, disse Marcola abraçado ao navegador Sérgio Tarcísio. Entre os mais fortes 4×4, Ulysses Bertholdo e Marcelo Dalmut tiveram que chegar aos trancos no Parque Fechado, depois que perderam a correia do motor. “Andava um pouco e desligava o motor”, contou Ulysses.

A partir da segunda passagem pelos mesmos trechos, todos os concorrentes passaram a baixar expressivamente seus tempos. O barro secou e todos optaram pela troca de pneus para piso seco nas especiais cinco e seis. “As especiais ficaram bem diferentes, o barro endureceu e daqui para frente o certo é usar pneus para piso seco”, disse Cassandro Maloz, piloto gaúcho que forma a dupla com Luiz Felipe Trentin.

Nessa segunda passagem pelas duas especiais, as duplas até então atrações do primeiro dia do Rally de Ponta Grossa, Marcos Marcola/Sérgio Tarcísio e Maurício Neves/Leandro Ferrarini abandonaram a prova. Marcola sem a correia do motor viu a temperatura subir ao máximo e ficou no caminho e Maurício se aguentou até o Parque do Apoio com um dos cilindros do motor fora de funcionamento. A disputa interessante então passou a ser entre os 4×4 de Ulysses Bertholdo e Marcelo Dalmut (Mitsubishi Lancer Evo) e Dimas Pimenta III e Rodrigo Konig (XRC Peugeot). Mesmo com 5 minutos de desvantagem perdido na segunda especial, Ulysses e Dimas travaram uma disputa particular. Ulysses venceu a quinta especial e Dimas foi 1,4 segundos mais rápido no último trecho cronometrado. “Eu não tinha como tirar cinco minutos de diferença, mas valeu a disputa. Andamos no limite”, contou Ulysses, comentando com Dimas as passagens mais arriscadas entre os dois pilotos.

Classificação geral do primeiro dia do Rally de Ponta Grossa:

1 – Luccas Arnone/Andrey Karpinski (Peugeot 207/CBR2) – 42min26s5
2 – Dimas Pimenta III/Rodrigo Konig (Peugeot XRC/CBR1) – 42min28s1
3 – Felipe Mueller/Felipe Costa (Peugeot 207/CBR2) – 43min11s9
4 – Jean Pimentel/Thiago Osternack (Peugeot 206/CBR2) – 45min45s8
5 – Toninho Genoin/Maicol de Souza (Peugeot 206/CBR3) – 46min11s9
6 – Marco Malucelli/Vinicius Anziliero (Volkswagen Gol/CBR3) – 46min51s1
7 – Pedro Zamith/Gilson Rocha (Peugeot 207/CBR2) – 47min27s7
8 – Gerson Lange/Rafaela Trapp (Peugeot 206/CBR3) – 47min36s5
9 – Cassandro Maloz/Luís Felipe Trentin (Volkswagen Gol/CBR3) – 47min39s4
10 – Ulysses Bertholdo/Marcelo Dalmut (Mitsubishi Lancer/CBR1) – 48min13s9

Classificação – CBR1
1 – Dimas Pimenta III/Rodrigo Konig (Peugeot XRC/CBR1) – 42min28s1
2 – Ulysses Bertholdo/Marcelo Dalmut (Mitsubishi Lancer/CBR1) – 48min13s9
3 – Fábio Jorge/Enzo Jorge (Subaru Imprenza/CBR1) – 50min23s0

Classificação – CBR2
1 – Luccas Arnone/Andrey Karpinski (Peugeot 207/CBR2) – 42min26s5
2 – Felipe Mueller/Felipe Costa (Peugeot 207/CBR2) – 43min11s9
3 – Jean Pimentel/Thiago Osternack (Peugeot 206/CBR2) – 45min45s8

Classificação – CBR3
1 – Toninho Genoin/Maicol de Souza (Peugeot 206/CBR3) – 46min11s9
2 – Marco Malucelli/Vinicius Anziliero (Volkswagen Gol/CBR3) – 46min51s1
3 – Gerson Lange/Rafaela Trapp (Peugeot 206/CBR3) – 47min36s5

Confederação Brasileira de Automobilismo
Relações com Imprensa
Dinho Leme
Foto: Edson Castro