Search
Close this search box.

Prólogo
Sábado

Sábado
140 Km

Domingo
140 km

TEMPORADA DE RALLY 2024

CALENDÁRIOS

Velocidade
Raid

DATA

CIDADE

16 a 19 de MAIO

ERECHIM (RS)

14 a 16 de JUNHO

ESTAÇÃO (RS)

19 a 21 de JULHO

ARAUCÁRIA (PR)

13 a 15 de SETEMBRO

RIO NEGRINHO (SC)

18 a 20 de OUTUBRO

SEV. DE ALMEIDA (RS)

13 a 15 de DEZEMBRO

POMERODE (SC)

DATA

CIDADE

01 a 03 MARÇO

BARRETOS (SP)

15 a 20 ABRIL

RN 1500 (RN)

15 a 18 MAIO

ARAXÁ (MG)

18 a 22 JUNHO

JALAPÃO (TO)

23 a 31 AGOSTO

SERTÕES

08 a 12 OUTUBRO

TOCANTINS

08 a 10 NOVEMBRO

RS - A DEFINIR

Nos Rallys, um piloto disputa uma prova de Regularidade, Velocidade ou Raid sempre ao lado do seu navegador. Então noção de navegação seria um dos pré-requisitos para esta modalidade de automobilismo.

Quando o objetivo é percorrer o trecho no menor tempo possível, mantendo-se em condições de disputa (carro e tripulação ok), a leitura da planilha, utilização de instrumentos e a confecção de um livro de bordo sob medida são essenciais. Isso é realizado através da boa noção de navegação de ambos os tripulantes (piloto/navegador).

O Rally de Regularidade (que não exige altos investimentos) seria esta “escola de navegação”. Outra opção são cursos oferecidos por equipes ou eventos.

Contatos de alguns eventos fixos de Rally de Regularidade e perfis dedicados:

2 – Veículo

O investimento no veículo preparado para disputa off-road não é indicado para novatos. Aqui a recomendação é utilizar o sistema “Sit & Drive”, ou seja, você aluga um veículo com uma equipe experiente, junto com o apoio mecânico e ajuda em toda parte administrativa de um evento. Conhecendo melhor o ambiente você terá ferramentas para tomar as melhores decisões.

Contatos de algumas equipes e preparadores no Rally de Velocidade (aluguel e cursos):


Contatos de algumas equipes e preparadores no Rally Raid (aluguel e cursos):

3 – Documentação

Além da habilitação, você também necessitará da filiação na federação de automobilismo em seu estado, que irá emitir uma “carteira de piloto” para a participação nos eventos oficiais.

Link com os contatos de todas as federações:

Rally de Velocidade

Os veículos utilizados são do tipo hatch ou sedan, semelhantes ao que a maioria tem na garagem.

No Rally de Velocidade as duplas disputam várias passagens no mesmo dia em vários trechos relativamente curtos (entre 5 e 40 Km) de estradas de terra secundárias de bom estado, previamente reconhecidos pelos competidores, no interior dos municípios.

No reconhecimento prévio dos trechos, piloto e navegador elaboram o próprio Livro de Bordo, contendo todas as anotações do trajeto, grau de curvas e obstáculos.

Rally Raid

Os veículos utilizados são do tipo pickup, buggy e UTV (Utility Task Vehicle).

No Rally Raid as distâncias são muito mais extensas e sem muita preocupação com o estado dos trechos. Tirando os deslocamentos e zonas de radar, cada especial (trecho cronometrado) de uma prova não pode ter menos de 100 Km e pode chegar até 300 Km.

Aqui os trechos não são reconhecidos pelos competidores, que recebem uma planilha em substituição ao Livro de Bordo.

Velocidade:
– Rally 2
4×4
– Rally 4
4×2 preparados
– Rally 5
4×2 de produção
– Rally 5 Light
4×2 aspirado de produção

Raid:
– Ultimate T1+ e T1.1
Protótipos Importados Specs FIA
– Ultimate BR
Protótipos Brasileiros
– Ultimate Pro
Veículos nacionais e importados comercializados no Brasil – Aspirados até 6 cilindros e Turbo até 5 cilindros e 3,2 litros
– Ultimate SP
Veículos de produção mínima de 100 unidades – Motor até 6 cilindros
– Stock
Veículos de produção mínima de 1000 unidades derivados de veículos normais de rua
– Challenger
UTV Protótipo
– SSV
UTV de Produção
– Truck
Caminhões leves e pesados

  • Especiais: São os trechos cronometrados, ou seja, contra o relógio. Vence o mais rápido
  • Deslocamentos: parte do trajeto que deve ser percorrida em um tempo pré-estabelecido, seguindo as regras de trânsito normais, antes e depois das largadas
  • Levantamento: Determinação do roteiro do rally. No Velocidade realizado pela própria dupla, nos dias anteriores da corrida e no Raid é realizado ao longo de meses de trabalho por uma equipe especializada da organização
  • Parque de Apoio: Local na cidade onde as equipes se concentram com seus boxes para manutenção mecânica durante o rally
  • Planilha: Livro com indicações e instruções a serem seguidas pelos competidores
  • Super prime: Disputa em alta velocidade em circuito fechado (tipo um autódromo de terra) utilizado para fins promocionais ou contando tempo no acumulado
  • Way point: Coordenada geográfica para utilização no GPS. Indica pontos da rota a ser empregada pelo competidor
  • Cureca (Rally Raid): Significa um obstáculo que requer mais atenção dos competidores. Na planilha seu desenho é de uma caveira. Sua graduação de até três curecas representa o nível de perigo
  • Prólogo (Rally Raid): Circuito fechado para tomada de tempo e definição da ordem de largada
  • Zona de radar (Rally Raid): Área de velocidade controlada através do Spy, geralmente em vilarejos e trechos perigosos
  • Prólogo (Rally Raid): Circuito fechado para tomada de tempo e definição da ordem de largada
  • “Forfetar” (Rally Raid): Existe um prazo para que o competidor finalize a etapa do dia. Se perder este prazo ou simplesmente não largar, o participante “forfetou”, ou seja, será penalizado e cairá posições na classificação da prova
  • Sentinel/Stella (Rally Raid): Sistema que sinaliza eletronicamente ao carro da frente que há um carro mais rápido solicitando ultrapassagem. O dispositivo aciona uma luz no painel e um alarme sonoro
  • Spy (Rally Raid): Equipamento de rastreamento GPS que indica infrações, como excesso de velocidade em zonas de radar e atalhos fora do trecho cronometrado

A recomendação é sempre iniciar alugando um veículo com uma equipe experiente, antes de investir na compra.

Contatos de algumas equipes e preparadores no Rally de Velocidade (aluguel e cursos):


Contatos de algumas equipes e preparadores no Rally Raid (aluguel e cursos):

Além de ser um condutor habilitado, você também necessitará da filiação na federação de automobilismo em seu estado (ou até outro estado), que irá emitir uma “carteira de piloto” para a participação nos eventos oficiais.

Para tanto, não existe prova ou teste de habilidade. Presume-se que você possua tal experiência e responsabilidade. A recomendação, mais uma vez, é começar envolvido com equipes experientes.

Link com os contatos de todas as federações: https://www.cba.org.br/federacoes

Todos os eventos do Campeonato Brasileiro de Rally são supervisionados por comissários da Confederação Brasileira de Automobilismo e federações estaduais. É muito importante conhecer o regulamento técnico e desportivo do campeonato e particular da prova. Pequenos detalhes podem fazer grandes investimentos ir para o ralo.

Somos um veículo de imprensa especializado, com o apoio da Comissão Nacional de Rally da CBA, com o objetivo de divulgar os eventos através de coberturas presenciais.

Concentramos e distribuímos o maior acervo de conteúdo livre do Rally Brasileiro desde 2012.

Confira os links para os sites dos eventos e campeonato: