Irmãos Sartori lamentam abandono no Rally de Erechim

Dupla vinha buscando bons tempos nos três campeonatos em disputa quando tiveram que abandonar a disputa

erechim-final-sartori

O Rally Internacional de Erechim entrou para a história do rally de velocidade brasileiro em 2013. Foi a maior prova já disputada no país, com 83 carros largando no primeiro dia, no super-prime noturno da sexta-feira, dia 17. Entre eles estava o Mitsubishi Lancer da dupla gaúcha Juliano Sartori e Rafael Sartori, da equipe Bitshop Rally (Bitshop/Cercena/SuperCar/Abadia Competições). Na categoria mais forte, a Classe 3/4×4, a dupla buscava um bom desempenho nesta etapa. E conseguia.

Até o final do segundo dia, no sábado, 18, Juliano e Rafael faziam o terceiro melhor tempo na categoria quando, no super-prime, a última especial do dia, a dupla acabou saindo numa curva e o Lancer capotou.

“O Rally de Erechim apresentou especiais muito técnicas que dificultaram e exigiram muito do trabalho da navegação e do equipamento. Em alguns setores o piso esteve bastante liso o que dificultou também a pilotagem. Conseguimos fazer as especiais de sábado, vínhamos num bom ritmo, sem problemas. Lamentavelmente tivemos que abandonar precocemente”, disse o piloto Juliano Sartori.

Com o acidente do sábado, a dupla não conseguiu largar no terceiro e último dia de prova, o domingo. Agora, passa a trabalhar para a terceira etapa do Campeonato Brasileiro, que acontecerá na cidade de Ouro Branco, MG, nos dias 15 e 16 de junho.

PrimeComunicação
Texto e Foto: Edson Castro