Rally Erechim

Ulysses Bertholdo e Marcelo Dalmut vencem mais uma vez no Brasileiro de Velocidade em Erechim

No campeonato sul-americano, Gustavo Saba e Victor Aguilera venceram Erechim pela terceira vez consecutiva

erechim-final-cba

19 de maio de 2013 – A dupla formada por Ulysses Bertholdo e Marcelo Dalmut venceu neste domingo (19) a segunda prova da segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade realizada em Erechim, RS, no Rally Internacional de Erechim, que também é válido pelos campeonatos sul-americano e gaúcho de velocidade.

A equipe vencedora da prova de sábado passou por momentos de tensão pela instabilidade climática deste domingo. Bertholdo e Dalmut perderam as duas primeiras especiais para a dupla José Barros e Marco Marini (Mitsubishi Lancer). “Erramos na escolha dos pneus e tivemos que fazer as duas passagens com muita cautela e seguir a trilha para não correr riscos de ter um pneu furado”, explicou Bertholdo. Na segunda largada, a equipe optou por trocar os pneus para o seco, como todos os concorrentes já haviam utilizados desde o início da prova. Pouco antes da largada começou a chover forte e o piso batido de terra se tornou um trilho de barro. “Virou um sabão e foi quase impossível se manter no trilho” – definiu Bertholdo.

Mas o piso ficou ruim para todos os competidores, inclusive para Barros e Marini, que sofreram com a quebra do câmbio. Os dois já tinham enfrentado este problema com o Mitsubishi Lancer no Super Prime da noite da sexta-feira e por terem se atrasado no parque fechado ainda foram punidos em 1min10s. Juliano e Rafael Sartori, também ficaram fora da prova de hoje depois de capotarem espetacularmente no Super Prime da noite de sábado. Completaram os três primeiros da categoria 4×4, a dupla Ilo Diehl e Eduardo Soneca (Mitsubishi Lancer) em segundo e Alexandre Figueiredo e Andrey Karpinski em terceiro com o VW Gol Trend MR. Ulysses Bertholdo e Marcelo Dalmut lideram o Brasileiro na categoria 4×4.

Os competidores do XRC Peugeot 207 da equipe ProMacchina, Maurício Neves e KZ Morales, e Luiz Stedile e Gilson Rocha amargaram mais uma quebra mecânica antes mesmo da segunda passagem pelas duas especiais deste domingo. “Estamos sempre trabalhando no projeto do carro que tem se mostrado bom nos testes fora das competições. Com certeza este final de semana não foi o que estávamos esperando”, lamentou o piloto e criador do projeto Maurício Neves.

Na categoria 4×2 Super, Luccas Arnone e Felipe Costa que quebraram no sábado venceram com o Peugeot 207 o Fiat Palio de Luís Tedesco e Raphael Furtado com a diferença de 45,3 segundos. “Participamos também do campeonato sul-americano e temos sempre que administrar os dois resultados, explica Tedesco, que é o líder da Classe 6 no certame sul-americano.

Entre os competidores da categoria 207, Dimas Pimenta III/ Rodrigo Konig, que perderam 35 segundos do seu maior concorrente, a dupla Marlon Goulin/ Maicol Souza, logo na primeira especial, conseguiram tirar a diferença e venceram novamente. “Demos uma boa forçada e recuperamos a diferença”, comemorou Pimenta III. Felipe Mueller e Gerson Lange ficaram em terceiro com o Peugeot 207 número 40.

Na 4×2, deu novamente o GM Celta de Thiago Mocelin e Vinicius Anziliero com o Peugeot 206 de Toninho Genoin e Sidnei Broering em segundo e Jean Pimentel e Thiago Osternack, também com um Peugeot 206 em terceiro..

Classificação do Campeonato Sul-americano de Rally

O Campeonato Sul-americano de Rally de Velocidade que ao contrário do regulamento do Brasileiro conta os dois dias como uma única etapa, terminou com a terceira vitória consecutiva em Erechim da dupla paraguaia Gustavo Saba/Victor Aguilera com o Skoda Fabia S2000. “Estou muito contente de ter conseguido o tri campeonato em Erechim, o rally mais concorrido da temporada”, comemorou Gustavo Saba, que elogiou a organização e a participação do grande público da região. Miguel Zaldivar e Hector Nunes, também do Paraguai fechou os dois dias em segundo. A melhor dupla brasileira no sul-americano ficou na nona colocação, Ilo Diehl e Eduardo Soneca Com um Mitsubishi Lancer. A dupla Ulysses Bertholdo e Marcelo Dalmut foi quarto na classificação geral do Rally Internacional de Erechim, mas não está inscrita no certame sul-americano.

Classificação do rally Internacional de Erechim – Campeonato Sul-americano

Categoria Classe 2 e 3

1 – Gustavo Saba/Victor Aguilera – Paraguai -Skoda Fabia S2000 -1h33min45
2 – Miguel Zaldivar/ Hector Nunes – Paraguai – Ford Fiesta S2000 -1h34min43
3 – Alejandro Galanti/ Marcelo Toyotoshi -Paraguai Toyota S2000-1h35min53
4 – Diego Domingues/Eduardo Galindo – Paraguai – Mitsubishi L- 1h37min01
5 – Eduardo Peredo/Claudio Bustos – Bolívia – Mitsubishi L- 1h39min28

CAMPEONATO BRASILEIRO

Categoria 4×4
1 – Ulysses Bertholdo/Marcelo Dalmut – Mitsubishi Lancer – 42min50s7
2 – Ilo Diehl/Eduardo Soneca – Mitsubishi Lancer – 46min09s0
3 – Alexandre Figueredo/Andrey Karpinski – VW GOL MR – 46min22s4

Categoria 4×2 Super
1 – Luccas Arnone/Felipe Costa – Peugeot 207 – 47min33s4
2 – Luís Tedesco/Raphael Furtado – Fiat Palio – 48min18s7
3- Cesar Valandro/Egidio Valandro VW Gol – 49min08s5

Categoria 207
1 – Dimas M. Pimenta III/Rodrigo Konig – Peugeot 207 – 49min59s6
2 – MarlonGoulin/Maicol Souza – Peugeot 207 – 50min23s7
2 – Felipe Mueller/Gerson Lange – Peugeot 207 – 51min12s4

Categoria 4×2
1 – Tiago Mocelin/Vinicius Anziliero – GM Celta – 47min09s3
2 – Toninho Genoin/Sidnei Broering – Peugeot 206 – 49min00s1
3 – Jean Pimentel/Thiago Osternakc – Peugeot 206 – 49min10s7

CAMPEONATO GAÚCHO
Geral
1 – Ulysses Bertholdo/Marcelo Dalmut – Mitsubishi L – 1h37min01
2 – Ilo Diehl/Eduardo Soneca – Mitsubishi L -1h44min59
3 – Alexandre Figueredo/ Andrey Karpinski – Mitsubishi L -1h48min44
4 – Tiago Mocelin/Vinicius Anziliero – GM Celta – 1h49s08
5 – Luís Tedesco/Raphael Furtado – Fiat Palio – 1h49min33
 
Dinho Leme Comunicação
Imprensa
Confederação Brasileira de Automobilismo
Foto: Edson Castro