Rally Erechim

Ulysses Bertholdo e Marcelo Dalmut venceram a primeira prova do Brasileiro de Velocidade em Erechim

Frio e neblina com piso molhado caracterizaram o Rally Internacional de Erechim neste sábado

erechim-sabado-ulysses

18 de maio de 2013 – Ulysses Bertholdo e Marcelo Dalmut venceram neste sábado (18) a primeira prova da segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade, o Rally Internacional Erechim (RS). Pilotando um Mitsubishi Lancer Evo X, a dupla completou os 80,2 quilômetros percorridos entre o Super Prime e as seis especiais do dia em 54min10s8.

Bertholdo que já lidera o campeonato desde a primeira etapa em Canela, ressaltou que está focado no Campeonato Brasileiro. “Estou no ritmo que as minhas condições técnicas permitem. Penso somente no Campeonato Brasileiro porque acho que está retomando o seu lugar e tenho certeza que teremos boas novidades em breve”, lembrou o vencedor, que anunciou o interesse da Mitsubishi em vender carros com preços especiais para pilotos brasileiros.

Com a neblina que varou a noite de sexta para sábado e permaneceu no início da manhã, as seis especiais (que acontecem em três trechos percorridos duas vezes cada) apresentaram o piso escorregadio e com muitas pedras soltas. Logo na primeira passagem das seis especiais do dia, vários carros rodaram com o barro solto e outros ficaram pelo caminho com quebras e desgastes mecânicos provocados por pedras que rolaram dos barrancos com a passagem dos primeiros concorrentes. “Rodamos na primeira e na segunda especiais e voltamos ao trecho sem muita esperança de terminar”, contou Milton Pagliosa, piloto de Erechim que corre com o primo navegador André Pagliosa. Mesmo com o carro completamente desalinhado, a dupla terminou a última especial em quinto e com um desempenho excelente no Super Prime ganhou duas posições na grade do Campeonato Brasileiro, derrubando Juliano Sartori/Rafael Sartori para o quinto lugar.

Também prejudicado pelas pedras, Ilo Diehl e Eduardo Soneca (Mitsubishi Lancer Evo X) derraparam na terceira especial e bateram numa árvore, além de terem a bomba d’água e o para-choque completamente destruídos. Outras duplas sofreram com as grandes pedras que se desprenderam dos barrancos, mas os mais frustrados foram Luccas Arnone e Felipe Costa do Peugeot 207 da categoria 4×2 Super. Eles andaram apenas três quilômetros, atropelaram uma pedra e se arrastaram por mais 300 metros com o pneu dianteiro direito furado e a suspensão do mesmo lado destruída. “Eu tenho certeza que aquela pedra não estava lá antes”, garantiu o navegador que lamentou nem ter tido tempo para pegar o gosto pela prova.

Na 4×2 Super, Luís Tedesco e Raphael Furtado (Fiat Palio) – que não pontuaram em Canela – sobraram na prova com a vantagem de quase dois minutos sobre o segundo colocado, o VW Gol de Cesar Valandro e Egídio Valandro.

A grande maioria das quebras ocorreu na no trecho Paulo Bento, que por ser o mais longo e rápido, exigiu mais atenção e habilidade dos pilotos. Mas para as duas duplas do XRC Peugeot 207, Mauricio Neves e KZ Morales e Luiz Stedile e Gilson da Rocha, o gostinho de fazer o trecho mais rápido também passou longe. Eles sofreram com a quebra do sistema de freio logo na segunda especial. “Iríamos forçar muito o carro que já estava aptresentando outro problema de câmbio”, desabafou Maurício Neves.

Classificação Geral do Rally Internacional de Erechim e do Sul-americano

Na classificação geral do Rally Internacional de Erechim e do Campeonato Sul-americano de Velocidade, ninguém conseguiu tirar a supremacia dos paraguaios Gustavo Saba e Victor Aguilera com o Skoda Fabia S2000. Os únicos adversários da dupla foram os também paraguaios Miguel Zaldivar e Hector Nunes com o Ford Fiesta S2000, que começaram a competição na frente até a segunda especial. Na terceira, a mais longa, Saba e Aguilera já assumiram a liderança com a vantagem de 8seg2 conseguida nos 21, 6 quilômetros do trecho Paulo Bento. Saba mostrou tranquilidade logo depois da primeira passagem pelas três especiais – “Os trechos são bem tranquilos e parecidos”, declarou com a fisionomia de quem já estava com o jogo ganho.

CLASSIFICAÇÃO DO RALLY DE ERECHIM – CAMPEONATO SUL-AMERICANO – SÁBADO, DIA 18 DE MAIO DE 2013

Categoria Classe 2 e 3

1 – Gustavo Saba/Victor Aguilera – Paraguai -Skoda Fabia S2000 – 2min49s8
2 – Miguel Zaldivar/ Hector Nunes – Paraguai – Ford Fiesta S2000 – 53min24s4
3 – Alejandro Galanti/ Marcelo Toyotoshi -Paraguai Toyota S2000- 53min25s6
4 – Diego Domingues/Eduardo Galindo – Paraguai – Mitsubishi L- 53min34s3
5 – Eduardo Peredo/Claudio Bustos – Bolívia – Mitsubishi L- 54min22s1

CAMPEONATO BRASILEIRO – Etapa 1

Categoria 4×4 Turbo

1 – Ulysses Bertholdo/Marcelo Dalmut – Mitsubishi Lancer – 54min10s08
2 – José Barros Neto/Marco Marini – Mitsubishi Lancer – 54min48s4
3 – Milton Pagliosa/André Pagliosa – Mitsubishi Lancer – 56min28s4
4 – Fábio Dall Agnol /Gabriel Morales – Mitsubishi Lancer – 56min28s7
5 – Juliano Sartori/Rafael Sartori – Mitsubishi Lancer – 56min29s3

Categoria 4×2 Super

1 – Luís Tedesco/Raphael Furtado – Fiat Palio – 1h01min15
2 – Cesar Valandro/Egidio Valandro VW Gol – 1h03min03
3 – Evandro Carbonera/Juliano Gracioli – Fiat Palio – 1h03min24

Categoria 207

1 – Dimas M. Pimenta III/Rodrigo Konig – Peugeot 207 – 1h01min46
2 – MarlonGoulin/Maicol Souza – Peugeot 207 – 1h02min52
2 – Rafael Lopes/João Ribeiro – Peugeot 207 – 1h03min59

Categoria 4×2

1 – Tiago Mocelin/Vinicius Anziliero – GM Celta – 1min02s09
2 – Toninho Genoin/Sidnei Broering – Peugeot 206 – 1min02s54
3 – Jean Pimentel/Thiago Osternakc – Peugeot 206 – 1min03s40

CAMPEONATO GAÚCHO

Geral

1 – Ulysses Bertholdo/Marcelo Dalmut – Mitsubishi L – 54min10s4
2 – José Barros Neto/Marco Marini – Mitsubishi L – 54min48s4
3 – Milton Pagliosa/André Pagliosa – Mitsubishi L – 56min28s4
4 – Juliano Sartori/Rafael Sartori – Mitsubishi L – 56min29s3
5 – Ilo Diehl/Eduardo Soneca – Mitsubishi L – 58min50s4

Programação 16º Rally Internacional de Erechim – dia 19 de maio

8h03 – Largada do primeiro carro na primeira especial do dia
13h – Rampa de premiação aos vencedores
13h30 – Conferencia final de imprensa com competidores

Dinho Leme Comunicação
Imprensa
Confederação Brasileira de Automobilismo
Foto: Ramiro Caron/www.rallybr.com.br