Comitê foca segurança do Rally de Erechim

Preocupação com público, competidores e jornalistas tem atenção especifica dentro do evento

erechim-logo-noticia

A segurança sempre foi umas das prioridades no Rally Internacional de Erechim, prova que desde 2006 é avaliada como a melhor do Campeonato Sul-americano e consequentemente do Brasileiro de rally de velocidade. Por isso, uma série de entidades estão envolvidas no Comitê de Segurança da prova como policiais rodoviárias Estadual e Federal, Brigada Militar, Corpo de Bombeiros, Unimed, Guarda Municipal de Trânsito além de outros órgãos ligados a esta área.

O diretor de segurança da prova, Evandro Corrêa, salienta que este Comitê tem se reunido semanalmente há vários meses com a única preocupação de garantir a melhor segurança possível durante o evento e evitar que haja incidentes e acidentes, envolvendo público e competidores.

“É devido a este trabalho que estamos tranqüilos que teremos mais um grande evento. Nosso pedido ao público é que as limitações foram colocadas ao longo da prova, pois ali tem que haver um limite de acesso. Se todos os limites forem respeitados, certamente já teremos o êxito esperado”, argumenta o diretor.

Faixas identificam lugares para o público

O público que for assistir o Rally Internacional de Erechim terá de identificar os locais em que é permitido o acesso para assistir a corrida. O público poderá se concentrar atrás de fitas nas cores amarela e preta. Será proibido acesso onde houver fitas nas cores vermelha e branca.

“Pedimos que o público respeite estes lugares, identificados com fitas, pois auxiliará na sua própria segurança e consequentemente no sucesso do evento”, ressalta Evandro Correa.

Ele enfatiza ainda que os órgãos de segurança envolvidos na prova, como Brigada Militar, Guarda Municipal de Trânsito, polícias rodoviárias Estadual e Federal, também poderão ser consultados pelo público para informações referentes a procedimentos possíveis ou não ao longo do evento.

PrimeComunicação