Rally Erechim

Chuva atrapalha participantes no primeiro dia do Rally de Erechim

Alguns dos favoritos abandonaram a prova neste sábado. Rafael Túlio e Gilvan Jablonski foram os vencedores do dia
erechim-sabado-cba

 
Quase a metade dos 74 carros inscritos no 17º Rally Internacional de Erechim, prova válida pelo Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade, não completaram o primeiro dia de prova, realizado neste sábado (31). As fortes chuvas na região de Erechim (RS) fizeram com que a organização cancelasse o Super Prime e a última especial para os carros com tração 4×2, por excesso de lama.

Extremamente encharcado, o piso tornou-se um dos grandes adversários dos participantes da prova, eliminando várias equipes. Este foi o caso de Ulysses Bertholdo, então líder do campeonato na categoria CBR1. Uma quebra de correia limou o gaúcho da disputa. “Quando caiu a correia Ulysses disse que estávamos sem direção hidráulica, mas logo vi a temperatura subindo por causa da bomba d´água”, disse Armando Miranda, navegador de Bertholdo.

Outro grande problema do dia foram os furos de pneus provocados por pedras. “O pneu de chuva não tem a banda lateral tão resistente quanto o pneu normal”, disse Luccas Arnone, sétimo colocado geral após o primeiro dia de rally. “Somos os únicos que estamos com a estratégia de usar o pneu normal e está dando certo”, conclui Arnone, que tem como navegador Andrey Karpinski.

A vitória do sábado ficou com Rafael Túlio e Gilvan Jablonski, que competem com um Peugeot 207 da categoria CBR2. A dupla completou as especiais do dia em 1h22min52s2, superando em 35 segundos o Mitsubishi Evo IX de Milton Pagliosa e André Pagliosa, competidores da classe CBR1. Evandro Carbonera e Eduardo Tonial, com um Peugeot 207, fecharam com o terceiro lugar geral e foram os melhores entre os competidores da CBR3.

A edição 2014 do Rally de Erechim será encerrada neste domingo (1), com a realização de mais cinco especiais. Veja o resultado final do primeiro dia de especiais:

1 – Rafael Túlio/Gilvan Jablonski (Peugeot 207/CBR2) – 1h22min52s2
2 – Milton Pagliosa/André Pagliosa (Mitsubishi Evo IX/CBR1) – 1h23min27s5
3 – Evandro Carbonera/Eduardo Tonial (Peugeot 207/CBR3) – 1h24min21s6
4 – Luís Tedesco/Raphael Furtado (Fiat Palio/CBR2) – 1h26min19s7
5 – Douver Paganini/Juliana Machado (Peugeot 207 XRC/CBR1) – 1h26min27s1
6 – Daniel Barros/Alessander Soares (Mitsubishi Evo IX/CBR1) – 1h28min06s8
7 – Luccas Arnone/Andrei Karpinski (Peugeot 207/CBR2) – 1h30min47s6
8 – Leonardo Tagliari/Vitor Boff (GM Celta/CBR3) – 1h31min19s7
9 – Osman Didi/Murilo Hevake (Peugeot 206/CBR3) – 1h36min17s3
10 – Gerson Lange/Rafaela Trapp (Peugeot 206/CBR3) – 1h37min34s8

Veja a programação deste domingo:
08h03 – Largada do primeiro carro na SS Campininha Olfar 1
08h31 – Largada primeiro carro na SS Capo-Erê Rei Verde 1
10h27 – Largada do primeiro carro na SS Campininha Olfar 2
10h55 – Largada do primeiro carro na SS Capo-Erê Rei Verde 2
11h33 – Largada do primeiro carro na SS ACCIE
13h30 – Cerimônia de premiação

Confederação Brasileira de Automobilismo
Relações com Imprensa
Dinho Leme
Foto: Edson Castro