Fábio Dall Agnol tem duplo desafio no Rally de Erechim

Piloto vai competir por três competições na maior prova de rally de velocidade do Brasil
erechim-fabio

 
Está chegando a hora. Na próxima semana, entre os dias 28 de maio e 1º de junho, a cidade de Erechim, norte do RS, sedia a 17ª edição do Rally Internacional de Erechim, evento que reunirá competidores de vários países para a disputa da terceira etapa do Campeonato Sul-americano, e as segundas dos campeonatos Brasileiro e Gaúcho de rally de velocidade.

Das três competições, o piloto Fábio Dall Agnol, da equipe Dall Agnol 53/UB Rally estará buscando pontuação em duas: Sul-americano e Gaúcho, ambas pela categoria RC2N, dos carros de tração 4×4. Ao lado do navegador Gabriel Morales ele espera obter um bom desempenho nesta etapa. “Projetamos fazer um belo rally. Este ano nada mais é surpresa para nós. Evoluímos como dupla, buscamos experiência, melhoramos o equipamento e temos a certeza, depois do que vimos na prova do Paraguai que podemos buscar um ‘Top 5’ no final do rally em Erechim”, destaca o piloto.

“Correr em Erechim é como competir em casa. O Fábio conhece as estradas da região e tem uma grande experiência nos trechos da prova. Neste rally sempre procuramos andar próximos do limite, por já conhecer as estradas e saber que temos condições de brigar por bons resultados. Vamos procurar fazer uma boa prova, andando rápido mas evitando os erros. Um bom resultado será consequência direta deste trabalho”, acrescenta o navegador Gabriel Morales.

Assim como em Severiano de Almeida, na primeira etapa do Gaúcho, a dupla seguirá andando a bordo do novo Mitsubishi Lancer Evo X. “No Paraguai este ano utilizamos um Evo IX e na segunda prova do ano, um Evo X. Para Erechim vamos utilizar o mesmo carro de Severiano com apenas uma modificação, que esperamos uma grande diferença no carro e por isso tudo, vamos andar forte desde o inicio do rally”, aponta o piloto Fábio.

Gabriel explica que pelo tamanho da prova, acaba exigindo-se um pouco mais da parte física e também dos equipamentos. “Mas já vimos em outros rallys grandes que temos condições de andar em um ritmo bom e finalizar em uma boa posição. Vimos no Paraguai que a disputa não será fácil, várias duplas com muita qualidade estão na disputa na categoria e alcançar um bom resultado exigirá muito esforço e trabalho”, pondera.

Um rally diferente

O Rally de Erechim é a maior e mais importante prova de rally de velocidade do Brasil. Este ano, além do tradicional super-prime noturno, terá uma especial com mais de 30 quilômetros de comprimento. “Pelo que vimos, muda pouca coisa em relação ao ano passado, aumenta um pouco a quilometragem e modifica o início da especial. Certamente é uma das grandes diferenças, andar bem nesta especial. A partir do KM 25, a concentração já começa a atrapalhar e é necessário muito preparo físico e mental para agüentar”, explica Fábio.

“Especiais longas acabam sendo decisivas nas provas. Exigem mais da parte psicológica, física e do equipamento. Qualquer momento de descontração resulta em uma grande perda. Além disso, alguns de nossos adversários já estão habituados a disputar provas especiais longas, dando a eles uma certa vantagem”, acrescenta Gabriel.

O super-prime que larga na noite de sexta, dia 30, se repete no sábado, desta vez durante a tarde e é um dos momentos épicos do Rally de Erechim, pois leva grande emoção a um público quase sempre superior a 20 mil pessoas. “Gosto de andar durante o dia no super prime, acho que é um contato muito importante que temos com o público durante o rally, enquanto disputamos e no final do super-prime que o apoio mecânico lota”, diz Fábio. “Em Erechim, o Super-prime possui uma importância especial. A proximidade com o público faz com que a atmosfera fique ainda mais bonita e nos incentiva a fazer uma boa prova”, completa Gabriel.

O Rally de Erechim

A programação do Rally de Erechim começa na terça-feira, dia 27 com a abertura do parque de Apoio para as equipes montarem seus boxes. Este fica junto ao Parque da Accie, margens das BRs 153 e 480, onde também ficará toda a estrutura da prova.

O reconhecimento das especiais será feito pelos competidores entre a quarta e quinta, dias 28 e 29. Ainda na quinta tem a largada promocional, a partir das 20h, na Praça da Bandeira, centro de Erechim. Na sexta, dia 30, uma intensa programação começa com o shakedown (treino final) e qualifying stage, este apenas para os carros 4×4. E a partir das 18h, larga o super-prime noturno, a primeira especial da prova, em uma pista especialmente montada para a corrida, junto ao Parque da Accie.

A corrida segue no sábado, 31 de maio e domingo, 1º de junho. Quem competir pelo Campeonato Gaúcho, anda apenas a primeira parte da prova, entre a sexta e sábado. Já quem andar também para pontuar nos campeonatos Sul-americano e Brasileiro, a corrida prossegue até o domingo. Mais informações, como mapas e locais para assistir o rally, programação completa, podem ser encontradas no site do evento, www.rallyerechim.com.br.

Texto e foto: Edson Castro