Rally Erechim

ART busca liderança do Brasileiro de Rally na etapa de Ouro Branco

Corrida em Minas Gerais acontece neste final de semana e equipe gaúcha quer manter o ritmo de vitórias das últimas provas

ourobranco-art

Ouro Branco, em Minas Gerais, recebe no próximo final de semana, entre os dias 14 e 16, a terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade (CBR). Para a dupla gaúcha Tiago Mocelin e Vinicius Anziliero esta promete ser uma prova importante. Depois de vencer a etapa de Erechim, e ter um bom resultado em Canela, na primeira etapa, a dupla quer manter o ritmo e chegar a liderança do Campeonato, na categoria 4×2 (carros de tração 4×2 e motor de até 1,6 litros).

Após o desempenho das primeiras etapas, Tiago e Vinicius estão na vice-liderança com 70 pontos, 18 a menos que os líderes. Porém a pontuação de cada prova pode chegar a 25 pontos e isso anima a dupla da equipe ART Rally (ART Centro Automotivo/Baterias Pioneiro/Uninvest Consórcios/Griebler Pré Moldados/Da Terra Agronegócios/CVG – Chevrolet/Pneubras Auto Som/Urnas Erechim/Escritório Anziliero). “O fato de termos vencido as três últimas provas e termos uma quebra quando liderava a primeira prova, aumenta a confiança em um bom resultado, porém o mais positivo é sabermos que a estratégia adotada após o abandono na primeira etapa em Canela está dando resultado positivo, pois até agora somamos muitos pontos também nos power-stages vencidos em todas as etapas”, destaca o navegador Vinicius Anziliero.

Cada etapa do CBR, é composta por duas provas com pontuações distintas. “Nossa expectativa é a melhor possível, estamos muito confiantes em voltar de Minas Gerais lideres do Campeonato Brasileiro”, enfatiza o piloto Tiago Mocelin.

Para eles, a prova mineira passa terá importância significativa na briga pelo título da temporada, uma vez que será o divisor entre a primeira e segunda parte do Campeonato. “A definição das chances de cada dupla, passa obrigatoriamente por esta etapa de Ouro Branco, porém nada será decidido antes da última prova, pois esta terá pontuação duplicada, o importante é pontuar em todas”, explica Vinicius.

Minas Gerais tem boas recordações para Tiago e Vinicius

Minas Gerais tem um significado especial para a dupla Tiago e Vinicius. “A nossa primeira prova juntos foi em Divinópolis, particularmente em Ouro Branco somente o Tiago andou em uma oportunidade”, destaca o navegador Vinicius Anziliero.

Para ele, o grande diferencial da prova deve ser o tipo de piso, bastante arenoso. “Por isso optamos por uma configuração de suspensão diferente da de Erechim”, explica o navegador. Tiago Mocelin se mostra otimista para mais esta prova do CBR. “Em um âmbito geral estamos muito contente com o nosso desempenho individual e coletivo, especialmente do GM Celta, que teoricamente é menos potente que os veículos Peugeot, e mais frágil que os Fiat Palios e VW Gols. A ART está com cinco meses de vida e já acumula boas lições, trabalhamos em uma equipe muito experiente que prima pela excelência desde o trato com as pessoas até o torque do último parafuso e isso traz os resultados. Finalizamos o segundo carro da equipe que deverá estrear na próxima etapa do Gaúcho, com o Cassandro Maloz e Felipe Trentin, e já estamos pensando no terceiro carro que deverá estrear na prova de Sana Maria”, encerra o piloto.

O Rally de Ouro Branco

A corrida em Ouro Branco abrirá sua programação na sexta-feira com os levantamentos das especiais pelos competidores, a partir das 8h. O shakedown, treino final para as equipes, inicia às 13h30 para os carros de tração 4×2 e às 15h35 para os carros de tração 4×4. Ainda na sexta-feira haverá a largada promocional, quando os competidores serão apresentados ao público. Estes evento começa às 20h.

A corrida será realizada entre o sábado e domingo, dias 15 e 16. O primeiro dia terá duas especiais, a Geada com 15,5 quilômetros de distância, e a Fundão, com 13,2 quilômetros, onde os carros passarão por três vezes. Haverá ainda o super-prime, em pista montada no Parque de Eventos da cidade. No total, os pilotos percorrerão 87 quilômetros de trechos cronometrados no primeiro dia.

O domingo, será mais curto. As especiais Cristais, com 10,5 quilômetros de distância e a Itatiaia, com 11 quilômetros, serão repedidas três vezes totalizando 64 quilômetros de trechos cronometrados. No total dos dois dias, os competidores terão percorrido 151,6 quilômetros em trechos cronometrados.

Parque de apoio do Rally

O parque de apoio do Rally de Ouro Branco, onde as equipes montarão seus boxes, ficará junto a Praça de Eventos, no centro da cidade. Neste mesmo local acontece no sábado o super-prime. O acesso do público é gratuito.

Prime Comunicação
Texto e foto: Edson Castro