Rally Erechim

Solimann Racing faz avaliação positiva da terceira etapa do Brasileiro de Rally

Problemas mecânicos atrapalharam desempenho da equipe no Rally Rota SC, neste final de semana
tijucas-final-solimann6

 
Duas falhas mecânicas improváveis acabaram atrapalhando o final de semana da dupla gaúcha Fernando Solimann e Felipe Solimann, da equipe Solimann Racing (Solimann Empreendimentos/Bolicho do Tio Chico). Os irmãos tiveram uma pena no Ford KA, no sábado, primeiro dia do Rally Rota SC, disputado em estradas de terras do município de Tijucas, SC. Mesmo assim conseguiram retornar ao rally e neste domingo vinham buscando recuperação, nas duas etapas restantes, mas a 500 metros da chegada, mais uma pane.

“Felizmente conseguimos completar a prova. Mas estes problemas atrapalharam bastante. Do sábado para o domingo fizemos algumas alterações no carro, que melhorou bastante”, destacou Fernando, ao final da prova.

Ele também fez uma avaliação positiva, apesar do resultado não ter sido o ideal, mas lembrou dos objetivos da equipe neste ano. “Estamos evoluindo a cada dia no rally. Para o ano que vem acredito que já poderemos chegar um pouco mais perto dos principais concorrentes. Em Tijucas, onde nunca tínhamos andado, num tipo de piso diferente, conseguimos a meta de andar no tempo próximo dos concorrentes e isso mostra a evolução da dupla”, explicou.

O final de semana também foi de estreia. Fernando e Felipe, apesar de irmãos, andaram pela primeira vez juntos. E nos próximos meses a dupla terá uma sequencia importante de rallys pela frente. Começa por setembro, em Ponta Grossa, no PR, na quarta etapa do Brasileiro.

Depois, em Panambi, em outubro, haverá prova valendo pelo Nacional e também pelo Gaúcho, outra competição que a equipe participa. Em novembro, mas duas provas, uma pelo regional, em Santa Maria e outra pelo Nacional, em Curitiba, PR.

Texto e foto: Edson Castro
Prime Comunicação