logo-erb-brancoverm

Paranaense chega para etapa de SC na liderança do Brasileiro de Rally

Cidade litorânea de Tijucas recebe a terceira etapa do nacional no próximo final de semana. Ricardo Malucelli lidera a categoria mais forte do certame
tijucas-ricardo

 
Após duas etapas, o Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade vê uma forte disputa pela liderança da categoria mais rápida, a CBR1 (carros de tração 4×4). E a terceira etapa, a ser disputa no próximo final de semana, entre os dias 8 e 10, promete uma corrida recheada de emoções.

No grid estará o piloto paranaense Ricardo Mlaucelli, que compete com o navegador gaúcho, Giovani Bordin, pela equipe UB Rally Rally (JMalucelli, Esthétic Cars Details, Rádio Transamérica – apoio Ogio, Paraná Banco, Citra Bar). Eles lideram a categoria CBR1, com 72 pontos. “Com certeza foi uma grata surpresa a liderança do campeonato. Para Tijucas vamos continuar andando num ritmo seguro para conhecer o carro e sempre pensando em pontuar”, aponta o piloto, que compete na categoria pela primeira vez.

A bordo do Mitsubishi Lancer, Ricardo e Giovani tem três pontos de vantagem para os vice-líderes. “Avalio a liderança do Campeonato logo nesse primeiro ano, positiva, pois temos bem claro, que primeiro devemos completar as provas e adquirir maior conhecimento do carro e também as mudanças nos levantamentos, para depois pensarmos no campeonato, mas de uma certa forma estamos bem contentes. Para a prova de Tijucas devemos repetir a estratégia de Erechim, andando e buscando melhorias dentro de nossos limites e procurando pontuarmos”, acrescenta Giovani Bordin.

Ricardo destaca que o importante neste momento é continuar andando com o máximo de concentração possível e sempre buscando conhecer as reações do carro. “Junto com o Giovani também estamos bem atentos a nova navegação dos carros 4×4”, aponta. “Evoluímos muito como dupla, hoje já decidimos em segundos que decisão tomar, em relação a desgaste de carro, se devemos continuar ou não, ou até mesmo resolver um problema. Acredito que nossa evolução esta contribuindo para estarmos tendo bons resultados”, explica Bordin.

Malucelli acrescenta: “realmente o acidente na primeira etapa mostrou para a dupla que realmente a ansiedade foi demais. Mas em Erechim conseguimos atingir o objetivo que era terminar a prova, devido as chuvas durante todo o rally. Vamos continuar com o mesmo objetivo, ganhar quilometragem e tentar pontuar o máximo possível”.

Estreia no piso de Tijucas

A prova de Tijucas estava fora do calendário nacional desde 2009. Porém, a cidade tem certa tradição, uma vez que já recebeu inúmeras corridas de rally de velocidade antes deste período. Como está havendo uma renovação de competidores no nacional de rallys, muitas duplas ainda não competiram nesta prova. Caso de Ricardo Malucelli e Giovani Bordin.

“Vamos estar no nível do mar e com um piso bem diferente da última prova que era cascalho. As características do piso de Tijucas são de um terreno arenoso e liso, será de total importância fazer um levantamento com referencias visuais e com uma cantada bem clara, para passar ao Ricardo exatamente o que irá encontrar pela frente”, aponta Bordin. “Como o Giovani falou, vamos ter um novo piso e diferente do que somos acostumados a andar. Vamos fazer o levantamento com muita atenção e cautela”, enfatiza Ricardo.

E certamente esta prova também promete ser importante em termos de disputa pelo título da temporada 2014. “Estamos entrando no meio do campeonato, espero que eu e o Giovani façamos uma prova com o mesmo objetivo que é chegar no final, cada vez mais o com o carro na mão”, diz Ricardo. “Devemos pensar o quanto esta prova será importante para nosso crescimento e evolução, pois temos adversários com muita experiência e sabemos que estamos iniciando. Com certeza essa prova será muito importante, pois estamos vindo de uma etapa onde choveu muito e o ritmo de prova era mais lento, então a meta será tentar repetir um bom desempenho, porém, com outro tipo de piso, outras velocidades, será um desafio”, completa Giovani.

O rally de Tijucas

A programação do Rally Rota SC começa na sexta-feira, 8, com a montagem dos boxes das equipes, junto a Secretaria de Agricultura, Pesca e Meio Ambiente de Tijucas, localizada na avenida Hercilio Luz, 400, no centro da cidade.

No mesmo local ficará toda a estrutura do parque de apoio e também acontecerá a premiação aos vencedores, no domingo. Na sexta-feira os competidores fazem o reconhecimento das especiais do rally. Serão três trechos diferentes, um com 27,8 quilômetros de comprimento, outro com 6,5 e um terceiro com 18,3 quilômetros.

No total serão 140 quilômetros de trechos cronometrados em oito especiais, entre o sábado e domingo. Ainda na sexta haverá o shakedown, o treino final de ajuste dos carros. Estes será realizado em uma pista a cerca de 400 metros após a ponte de Tijucas, a direita no sentido Sul da BR 101.

O público poderá acompanhar a largada promocional a partir das 20h, que acontecerá em frente a Concha Acústica, na avenida Hercilio Luz.

A corrida acontece no sábado e domingo. O acesso ao parque de apoio, shakedown

PROGRAMA DO RALI ROTA SC – Tijucas

Quinta-feira – 7 de agosto de 2014

9h – Abertura do Parque de Apoio (junto a Secretaria Municipal de Agricultura)
Sexta-feira – 8 de agosto de 2014
8h – Início do reconhecimento das especiais
8h30 à 11h30 – Verificações técnicas dos carros
16h – Shakedown
18h30 – Divulgação da Ordem de Largada
20h – Largada Promocional

Sábado – 9 de agosto de 2014

9h13 – Largada na Especial 1
9h14 – Largada na Especial 2
11h49 – Largada na Especial 3
12h22 – Largada na Especial 4
14h25 – Largada na Especial 5
14h58 – Largada na Especial 6

Domingo – 10 de agosto de 2014

8h13 – Largada na Especial 7
10h01 – Largada na Especial 8
12h – Divulgação dos resultados e premiação
 
Texto e Foto: Edson Castro