Rally Erechim

Dupla da MSL Rally supera primeira etapa do SARR 2022

Após enfrentar problemas mecânicos, Gunter Hinkelmann e Deco Muniz chegaram a Chilecito. Fesh-Fesh desafiou piloto e navegador em sua estreia internacional

A promessa era de um dia difícil e exigente, e foi exatamente o caso. O South American Rally Race (SARR 2022) começou com uma etapa técnica de 483 quilômetros, que deixou vários competidores pelo caminho – mas esse não foi o caso do piloto Gunter Hinkelmann e do navegador Deco Muniz, com o UTV Can-Am Maverick X3, da MSL Rally. Em sua estreia internacional, a dupla passou por alguns maus bocados, sentiu na pele o que é acelerar em trechos que já receberam o Dakar e conseguiu chegar a Chilecito, de onde parte nesta sexta-feira (18) para o segundo estágio da prova, ainda mais longo: 568 quilômetros até San Juan, com 330 deles cronometrados.

Gunter e Deco tiveram de lidar com um problema na mangueira de admissão do turbo que os fez perder tempo após a segunda parte do trecho cronometrado. Antes do contratempo, encararam um trecho de 30 quilômetros em fesh-fesh. Uma terra fofa e fina como talco, que segura os veículos e dificulta o avanço. Fecharam a etapa em 10 horas e 10 minutos, com a 23ª posição na categoria T3.1.

“É uma prova sensacional, dura e técnica, assim como nós imaginávamos. Foi um começo difícil, tivemos que mostrar bastante garra para avançar e concluir o desafio, mas o importante é que conseguimos. Estamos aprendendo a lidar com fatores como a navegação por CAP (referências de GPS) e o objetivo é evoluir ao longo do rally. Ainda tem muito chão pela frente”, destacou Gunter.

A etapa entre Chilecito e San Juan repete um estágio do Dakar em solo sul-americano. Os competidores aceleram nos pés dos Andes, não muito distante da fronteira com o Chile. O SARR 2022 conta com 125 veículos – 40 UTVs, 30 carros, 26 motos e 21 quadriciclos, além de oito máquinas na classe Nacional (carros e motos).

SARR 2022

Primeira etapa: La Rioja a Chilecito

UTV T3.1

  1. Jeremias Ferioli / Gonzalo Rinaldi (ARG/Can-Am X3)
  2. Nicolas Cavigliasso / Valentina Pertegarini (ARG/Polaris RZR Pro)
  3. Rodrigo Luppi / Maykel Justo (BRA/Can-Am X3)
  4. Guilherme Benchimol / Daniel Spolidorio (BRA/Can-Am X3)
  5. Gunter Hinkelmann / Deco Muniz (BRA/Can-Am X3)

Roteiro
Percurso total: 3.860 quilômetros
Percurso cronometrado: 2.520 quilômetros

17 de fevereiro – 1ª etapa
La Rioja – Chilecito
390 quilômetros (250 quilômetros de trecho cronometrado)

18 de fevereiro – 2ª etapa
Chilecito – San Juan
568 quilômetros (335 quilômetros de trecho cronometrado)

19 de fevereiro – 3ª etapa
San Juan – Tunuyan
460 quilômetros (320 quilômetros de trecho cronometrado)

20 de fevereiro – 4ª etapa
Tunuyan – Alvear
430 quilômetros (300 quilômetros de trecho cronometrado)

21 de fevereiro – Dia de descanso
Alvear (Mendoza)

22 de fevereiro – 5ª etapa
Alvear – 25 de mayo
550 quilômetros (320 quilômetros de trecho cronometrado)

23 de fevereiro – 6ª etapa
25 de mayo – Villa Regina
430 quilômetros (300 quilômetros de trecho cronometrado)

24 de fevereiro – 7ª etapa
Villa Regina – Gral Conesa
400 quilômetros (270 quilômetros de trecho cronometrado)

25 de fevereiro – 8ª etapa
Gral Conesa – Viedma
350 quilômetros (230 quilômetros de trecho cronometrado)

26 de fevereiro – 9ª etapa
Viedma – Viedma
300 quilômetros (200 quilômetros de trecho cronometrado)

A MSL Rally representa a MSL Corporate. Para saber mais acesse www.mslcorporate.com. Conta com apoio de Sparco e Motul

Liberdade de Ideias
Isis Moretti