Marcos Moraes e Fábio Pedroso confirmam favoritismo e vencem o Rally Barretos

Melhores do sábado, dupla repetiu o desempenho no domingo e conquistou a vitória na prova disputada no interior paulista
barretos-final-cba

 
Marcos Moraes e Fábio Pedroso conquistaram a nona edição do Rally Barretos, evento que abriu o Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country deste ano. A dupla repetiu no domingo (8) o domínio do dia anterior e venceram a última especial da prova no interior paulista, ao completar os 138 quilômetros do percurso em 1h54min05s, sendo os melhores do dia. Glauber Fontoura e Minae Miyauti, vencedores da classe Pró Brasil, foram os segundos colocados gerais, seguidos por Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin.
 
“Fiz um levantamento minucioso do roteiro, com diversos tipos de observação. Desta forma, entramos com mais força e arriscamos em todas as manobras para perder o mínimo de tempo possível. Nada mudou de ontem para hoje, com exceção do terreno estar mais acidentado, devido a passagem os veículos nestes dois dias de rali”, concluiu Pedroso, navegador da dupla vencedora da prova.
 
Segundo colocado geral, Fontoura destacou que o carro utilizado por ele e por Miyauti em Barretos ainda não reúne as condições ideais para competições. “Levando-se em conta que a nossa Triton está em desenvolvimento, o resultado foi sensacional. Abrir a temporada em nova categoria, com novo carro e, ainda, com vitória, não poderia ser melhor”, disse o piloto.
 
Varela lamentou um problema ainda não identificado em seu carro, fato que, de acordo com o piloto, limou suas chances de vitória. “Nos dois dias de prova tivemos um problema em nosso carro que ainda não conseguimos identificar. Por isto, não tivemos o rendimento que esperávamos, apesar de termos subido no pódio, o que é sempre bom”, disse o campeão do mundo.
 
A próxima etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country acontece entre os dias 16 e 17 de maio, em Linhares (ES).
 
Confira a classificação final da especial deste domingo do Rally Barretos:
 
1 – Marcos Moraes/Fábio Pedroso (T-Rex/Protótipos T1) – 1h54min05s
2 – Glauber Fontoura/Minae Miyauti (Mitsubishi Triton/Pró Brasil) – 1h55min06s
3 – Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin (Mitsubishi Triton/Protótipos T1) – 1h55min33s
4 – Jorge Wagenfuhr Júnior/Joel Kravtchenko (Mitsubishi Evo/Protótipos T1) – 1h56min17s
5 – Régis Braga/Bruno Leonardo Silva Lima (Amarock/Pró Brasil) – 1h57min10s
6 – Marcelo Tomasoni/Luís Felipe Eckel (Sherpa/Pró Brasil) – 1h57min30s
7 – Thiago Rizzo/Cadu Piacentini (Troller/Super Production) – 2h01min18s
8 – Eduardo Domingues/Solon Mendes (Troller/Protótipos T2) – 2h02min02s
9 – Mauro Guedes/Neurivan Calado (L200/Protótipos T1) – 2h02min15s
10 – Fábio Simsen/Fábio dos Santos (S10/Protótipos T2) – 2h06min23s
11 – Pietro Branchina Neto/Henry Kristy (TR4 ER/Protótipos T2) – 2h11min28s
12 – Davison José Rabechi/Flávio Marinho França (Mitsubishi/Protótipos T1) – 2h34min40s
 
Não completaram:
Jorley Júnior/Maikel Justo (Sherpa MEM/Pró Brasil)
Luiz Facco/Eduardo Pereira e Costa (Mitsubishi Triton/Pró Brasil)
Gunter Hinkelmann/Joaquim Bicudo Filho (Proton/Pró Brasil)
Dan Nacif/Leonardo Magalhães (Proton/Pró Brasil)
Luiz Carlos Nacif/Felipe Bianchini (Evoque/Protótipos T1)
Marcos Kffuri/Rodrigo Czech (Toyota/Super Production)
 
Classificação do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country:
 
Protótipos T1:
1 – Marcos Moraes/Fábio Pedroso – 20 pontos
2 – Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin – 14 pontos
3 – Jorge Wagenfuhr Júnior/Joel Kravtchenko – 10 pontos
4 – Mauro Guedes/Neurivan Calado – 3 pontos
5 – Davison José Rabechi/Flávio Marinho França – 2 pontos
 
Pró Brasil:
1 – Glauber Fontoura/Minae Miyauti – 17 pontos
2 – Jorley Júnior/Maikel Justo – 10 pontos
3 – Régis Braga/Bruno Leonardo Silva Lima – 9 pontos
4 – Luiz Facco/Eduardo Pereira e Costa – 5 pontos
4 – Marcelo Tomasoni/Luís Felipe Eckel – 5 pontos
6 – Gunter Hinkelmann/Joaquim Bicudo Filho – 3 pontos
 
Protótipos T2
1 – Eduardo Domingues/Solon Mendes – 20 pontos
2 – Pietro Branchina Neto/Henry Kristy – 12 pontos
2 – Fábio Simsen/Fábio dos Santos – 12 pontos
 
Super Production:
1 – Thiago Rizzo/Cadu Piacentini – 10 pontos
 
Confederação Brasileira de Automobilismo
Relações com Imprensa
Dinho Leme
Foto: Doni Castilho