Rally Erechim

Rally dos Sertões: o próximo desafio da MS Rally

O piloto Mauro Guedes e o navegador Neurivan Calado terão pela frente 2.679 quilômetros para acelerarem fundo e provarem que entendem tudo sobre pilotagem e navegação off-road
sertoes-ms

 
31 de julho de 2014 – O próximo compromisso da nação 4×4 é o desafio mor do calendário fora de estrada nacional: o 22º Rally dos Sertões. É para essa prova que todos os competidores do rally cross country se preparam o ano inteiro. O evento será realizado de 23 a 30 de agosto, entre Goiânia, GO, e Belo Horizonte, MG – sendo a estreia da capital mineira no certame.

Faltam pouco mais de 20 dias para a largada, que será realizada no Autódromo Internacional de Goiânia – reformado recentemente. Ali também ficarão montados os boxes das equipes, e onde será travado o prólogo – tomada de tempo que definirá a ordem de largada da competição.

A dupla da MS Rally, do piloto Mauro Guedes e do navegador Neurivan Calado, trabalha na preparação da Mitsubishi Próton, que receberá um novo coração. “Trocamos o motor da nossa picape. Vamos apostar em um propulsor com maior rendimento e mais tempo de vida útil. O antigo apresentou alguns problemas nas últimas etapas do Campeonato Brasileiro, e por isso, não queremos correr riscos no Rally dos Sertões”, explicou Guedes. A dupla buscará o título da categoria Pró Brasil.

E não é apenas o motor que tem que estar em ótimas condições, mas a parte mecânica e eletrônica no geral, a exemplo de suspensão, freios e pneus que serão bastante exigidos em todas as adversidades encontradas pelo caminho. “Dos 2.679 quilômetros que teremos pela frente, 1.545 serão de trechos cronometrados, ou seja, onde buscaremos o menor tempo do rally. Para obtermos uma boa performance precisamos buscar toda a nossa experiência e contar para que nada de errado aconteça com o carro. O conjunto todo tem que funcionar 100%”, declarou Neurivan.

A MS Rally sabe das responsabilidades que cercam o Rally dos Sertões. Revisar todos os equipamentos e acessórios que serão utilizados no certame exige conhecimento, empenho e “olho clínico”. “Nossa equipe está focada na preparação da Mitsubishi Próton. Estamos otimistas de que tudo dará certo ao longo dos sete dias de competição”, afirmou o piloto. O roteiro completo passará por Goiânia (GO), Caldas Novas (GO), Catalão (GO), Paracatu (MG), São Francisco (MG), Diamantina (MG) e Belo Horizonte (MG).

Programação – 22º Rally dos Sertões

23/08 – Prólogo – Goiânia (GO)

24/08 – 1ª etapa – Goiânia (GO)/Caldas Novas (GO)
Deslocamento inicial: 40 km
Trecho especial: 155 km
Deslocamento final: 21 km
Total do dia: 216 km

25/08 – 2ª etapa – Caldas Novas (GO)/Catalão (GO)
Deslocamento inicial: 39 km
Trecho especial: 201 km
Deslocamento final: 20 km
Total do dia: 260 km

26/08 – 3ª etapa – Catalão (GO)/Paracatu (MG)
Deslocamento inicial: 22 km
Trecho especial: 206 km
Deslocamento final: 132 km
Total do dia: 356 km

27/08 – 4ª etapa – Paracatu (MG)/São Francisco (MG)
Deslocamento inicial: 135 km
Trecho especial: 364 km
Deslocamento final: 86 km
Total do dia: 585 km

28/08 – 5ª etapa – São Francisco (MG)/Diamantina (MG) – MARATONA
Deslocamento inicial: 223 km
Trecho especial: 335 km
Deslocamento final: 81 km
Total do dia: 718 km

29/08 – 6ª etapa – Diamantina (MG)/Diamantina (MG)
Deslocamento inicial: 23 km
Trecho especial: 159 km
Deslocamento final: 30 km
Total do dia: 213 km

30/08 – 7ª etapa – Diamantina (MG)/Belo Horizonte (MG)
Trecho especial: 125 km
Deslocamento final: 146 km
Total do dia: 331 km

Liberdade de Ideias
Isis Moretti – Mtb: 36.471
Foto: Fábio Davini/DFOTOS