Rally Erechim

Lucas Moraes e Beco Andreotti, campeões brasileiros de rally cross country 2013

Em um dia de reviravoltas e resultados incríveis, Lucas Moraes se torna o mais jovem piloto a vencer na principal categoria do rally cross country no Brasil. Aos 24 anos, ele assume definitivamente seu posto entre os melhores pilotos do Brasil. Com este resultado, a MEM Motorsport garante o Tri
amigos-final-mem

 
Avaré, SP, 14 de dezembro de 2013 – Não há no Brasil um campeonato mais nacional de rally que o brasileiro de cross country. Com provas em 4, das 5 regiões brasileiras( Sudoeste, Nordeste, Sul e Centro-Oeste), ele inclui desde provas menores, como a de hoje, com apenas 125km de trecho cronometrado, até alguns dias de Sertões, com especiais que podem passar dos 400km. A variação de terrenos, climas, geografia e características gerais é quase continental, do tamanho do Brasil. Isso permite que mais pilotos, navegadores e equipes de todos estes lugares tenham a chance de também conquistar seu lugar ao sol e poeira. Por isso, vencê-lo é a maior conquista do rally no Brasil.

Os campeões
Lucas Moraes e Beco Andreotti fizeram uma temporada de tirar o fôlego! Começaram vencendo a 3 primeiras etapas do brasileiro( Barretos, RN1500 e Series/Avaré) e foram vendo o seu maior concorrente, o piloto português João Cardoso, que compete ao lado do navegador Sidinei Broering, ir chegando de mansinho.

No Rally dos Sertões, o cerco apertou, entram líderes e saíram em 2º na temporada. Depois alternaram quebras e dificuldades a vitórias decisivas para a pontuação. E foi assim que as duas duplas chegaram praticamente empatadas a etapa Amigos, do Sertões Series, disputada neste sábado, 14 de dezembro, em Avaré, SP. Com tudo podendo acontecer!

E aconteceu tudo que não estava no script para fechar uma temporada que ousou escolher seu próprio campeão

Foi assim: Tudo pronto antes da largada, expectativas em alta, concorrentes alinhados, bandeirada dada. Km 2, Lucas e Beco assistem, sem nada poder fazer, a quebra do pistão do seu carro, o T-REX. Frustração de doer o coração! “Quando o carro quebrou foi muito frustrante. A sensação de impotência diante da quebra que te tira da prova e te impossibilita de mostrar que você é merecedor daquele título é de enlouquecer. Depois vem a percepção de que é isso, faz parte do jogo o “tudo pode acontecer”. Esfriamos a cabeça e aquietamos”, conta Lucas.

“Mas, uma havia chance, remota e quase impossível. O João e o Sidinei precisavam chegar entre os 3 primeiros para garantir o título. E o conjunto deles é muito bom! Carro, equipe, a dupla é excelente! Mas eles não conseguiram! Chegaram em 4º lugar, e assim, vencemos o Campeonato por 1 mísero, maravilhoso e inacreditável ponto”, comemora Beco Andreotti.

“Esse é um dia que vai ficar para sempre na minha memória. Nele entendi que todo esforço vale a pena, que quando você e sua equipe trabalham duro, valoram seus concorrentes e entendem que o melhor foi feito, da melhor forma possível… Mesmo na quebra há de se encontrar a vitória! Só tenho a agradecer a todos! Meu pai, responsável maior por tudo que eu desfruto no off road hoje, nossa equipe, que é sensacional, minha família, meu super navegador e a todos que ao meu lado caminharam, só tenho a dizer: Muito obrigado”, finaliza Lucas

Com a palavra, Marcos
“Hoje o Lucas colheu o resultado de 3 anos de dedicação e aprendizado como piloto. Ousado, forte, talentoso, ele surge como campeão e nos faz perceber que há uma nova geração que vem aí para levar o off road brasileiro a muito mais. Estou muito orgulhoso e tenho certeza que ele ainda trará grandes títulos para a MEM e para o Brasil”, resume Marcos Moraes, o pai.

Tricampeonato MEM
A Mem Motorsports conquista assim seu terceiro título nacional consecutivo na categoria protótipo. Em 2011 e 2012, Marcos Moraes foi o campeão, primeiro ao lado de Du Sachs, depois de Fábio Pedroso. Nesta temporada, Lucas e Beco assumem o posto. A vitória de cada dupla MEM é uma vitória de todo o time, porque sem cada pessoa que o compõe, o resultado final não seria possível. Que venha 2014. Até lá!

Zarhi El Malek
Foto: Vinicius Branca