logo-erb-brancoverm

Nos Carros, dia de navegação difícil e pilotagem tensa. Líderes se mantêm

Peterhansel e Cottret vence a oitava de nove etapas e seguem tranquilos rumo ao bi. Penhascos e desfiladeiros tornam a ‘tocada’ tensa. Nas demais categorias, nenhuma mudança entre os líderes. Amanhã Rally dos Sertões chega ao fim, após 4.115 km de percurso, com a chegada em Goiânia

02-carros

Etapa do dia
9ª Etapa – 02/08 – sexta-feira
MINAÇU (GO) – GOIANÉSIA (GO)
Deslocamento inicial: 32 km
Trecho especial: 264
Deslocamento final: 254 km
TOTAL: 550 km.

Mais 290 km e os campeões da 21ª edição do Rally dos Sertões serão conhecidos. Hoje, penúltimo dia de prova, a caravana chegou a Goianésia, que pela primeira vez recebe a maior prova off road do mundo dentro de um único pais. A grande dificuldade relatada pelos competidores hoje foi a navegação difícil e os perigos do percurso. A vitória ficou com os franceses Stephane Peterhansel/Jean-Paul Cottret (Mini All4), a oitava em nove etapas e a dupla segue tranquila rumo ao bicampeonato, com confortável vantagem de 1h48min em relação ao vice-líder Guilherme Spinelli/Youssef Haddad (Mitsubishi ASX), que hoje completou em segundo lugar. Klever Kolberg/Flavio França (T-Rex) terminou em terceiro.

No total, 38 carros largaram hoje, dos 46 que saíram de Goiânia. Eles seguiram para um percurso total de 550 km, dos quais 264 km contra o relógio. Para Peterhansel, agora é questão de administrar o ritmo. “Outra especial legal, bem mista. Tivemos o pneu traseiro direito furado perto do km 100 e depois viemos bem. A navegação foi bem difícil hoje, mais complicada dos que nos outros dias. Os trechos eram bem interessantes, entre rápidos e sinuosos e fizemos um bom trabalho. Agora já é questão de administrar o ritmo”, disse o maior nome do rally mundial.

Spinelli sofreu com mais pneus furados. “Mais dois pneus furados, totalizando 12 nesse Sertões, o que deve ser algum recorde! Precisamos descobrir o que está estragando as válvulas dos pneus, porque esse é o problema. Tirando isso, a especial foi excelente. A navegação hoje era complicada, mas o Youssef foi perfeito.”

Na categoria Protótipos T1, vitória de Klever Kolberg/Flavio França (T-Rex), seguido por Cristian Baumgart/Beco Andreotti (Mitsubishi L200 Triton Evo) em segundo; e João Franciosi/Rafael Capoani (Mitsubishi Triton R), em terceiro. No acumulado, as posições da véspera se mantêm. O líder Franciosi/Capoani abriu mais vantagem (agora para 1h38) para seu irmão e principal rival Romeu Franciosi/Rogério Almeida (Mitsubishi Triton R), sexto no dia. Em terceiro está Baumgart/Andreotti, mais de três horas atrás do líder.

Kolberg destacou os perigos do percurso. “O final da especial foi de navegação difícil e com muitos trechos com sombra, às vezes era difícil achar as referências. Foi um dia bem perigoso, com muitos penhascos e desfiladeiros, então a tocada foi mais tensa. O dia hoje foi mentalmente desgastante, porque definitivamente não foi dos mais divertidos”, analisou.

Franciosi está conservador, sem correr riscos. “Ontem tive um problema com a roda traseira e andei os últimos 70 km com o carro de lado. Hoje deu tudo certo e não arriscamos nada no final. Até chegamos no carro do (Marcos) Cassol a 30 km do final e nem demos sinal para passar. Só falta um dia e a liderança está tranquila na nossa categoria”, comentou.

Na categoria Pro Brasil, vitória de Jorge Wagenfuhr/Marcos Panstein (Mitsubishi L200 Triton Evo), seguido por Marcos Cassol/Luis Felipe Eckel (Mitsubishi Triton R), em segundo e Jorley Jr/Maykel Justo (Sherpa), em terceiro. A liderança permanece com Cassol/Eckel, com vantagem de 1h05 para Jorley/Justo.

Na Super Production a vitória do dia ficou com Rafael Cassol/Lelio Carneiro (Mitsubishi Triton R), seguido por Regis Maia/Ana Carolina Braga (VW Amarok), em segundo; e Glauber Fontoura/Minae Miyauti (Mitsubishi Triton R), em terceiro. A liderança permanece com Glauber Fontoura/Minae Miyauti, com vantagem de 2h45 para o segundo colocado Marcelo Damini/Elson Oliveira (Mitsubishi L200 RS).

Na Production T2, vitória de Ulysses Marinzeck/João Ribeiro (Troller), seguido por Rodrigo Leis/Ronald Leis (Mitsubishi TR4), em segundo e Willem Van Hees/Doris Van Hees (Troller), em terceiro. A liderança se mantém com os irmãos Rodrigo e Ronald Leis, com vantagem de 56 minutos para Marinzeck/Ribeiro.

Caminhões
Para os caminhões, o penúltimo dia do Sertões foi mais uma vez complicado. As duas duplas, que disputam a categoria pesados, não conseguiram completar a especial, que seria mais curta (231 km).

Pentacampeão do Sertões, Edu Piano, piloto do Ford Racing Trucks, está com o título praticamente nas mãos. Ao lado dos navegadores Solon Mendes e Antonio Sales, ele está com mais de 17 horas de vantagem para o trio Guido Salvini/Flavio Bisi/ Fernado Chwaigert (Mercedes Benz).

“Largamos normalmente hoje com o intuito de cumprir mais uma especial, mas por volta do quilômetro 40 ouvimos no rádio que o Guido havia abandonado a especial e iria pegar o asfalto. Daí conversamos entre nós (Solon e Sales) e decidimos alguns quilômetros depois, como estratégia de prova, também não fazer a especial de hoje, pois temos uma grande vantagem na liderança e também para não desgastar e correr riscos com o caminhão para fazermos a etapa final amanhã. Mesmo com a penalidade, nosso resultado não é comprometido. E amanhã estaremos de volta à prova”, declarou Piano, que busca seu primeiro título na categoria pesados.

Salvini, seis vezes campeão do Sertões, também explicou o ocorrido e praticamente “jogou a toalha”. “Estávamos com um problema no caminhão que não conseguimos solucionar em definitivo. A especial era muito grande. Em condições normais, sabemos que não temos chances de chegar em primeiro na prova. Optamos por abandonar, já que o regulamento nos permite. Amanhã vamos colocar o carro na pista e cumprir a determinação de colocar o carro no Parque Fechado, em Goiânia”, disse.

“Eu não gosto de falar de azar, mas existe o fator sorte. Então, não tivemos sorte. Ontem tivemos um problema sério que foi um curto circuito no cabo da bateria e ocasionou vários problemas de direção hidráulica, de ar, no painel de instrumentos e o motor também não estava correspondendo. Conseguimos solucionar o que a gente tinha chance, que era a parte mecânica. Agora elétrico, nem todos. Então achamos melhor não fazer (a especial). Nunca tivemos problemas do jeito que aconteceu nesse ano. Mas faz parte, o rally é assim e outros já tiveram esses problemas. Faz parte. Algumas vezes a gente ganha e em outras a gente perde. Se não ganhamos nesse ano, no ano que vem a gente vem pra ganhar”, desabafou.

Resultado 9ª etapa Carros (extra-oficial):

Geral
1. STEPHANE PETERHANSEL/JEAN-PAUL COTTRET 03:15:42
2. GUILHERME SPINELLI/YOUSSEF HADDAD 03:18:45
3. KLEVER KOLBERG/FLAVIO FRANCA 03:22:25
4. CRISTIAN BAUMGART /BECO ANDREOTTI 03:23:25
5. JOAO FRANCIOSI/RAFAEL CAPOANI 03:25:43
6. JORGE WAGENFUHR/MARCOS PANSTEIN 03:27:16
7. ROMEU FRANCIOSI/ROGERIO ALMEIDA 03:28:33
8. MARCOS CASSOL/LUIS FELIPE ECKEL 03:29:08
9. JORLEY JR./MAYKEL JUSTO 03:29:24
10. MAURO GUEDES/NEURIVAN CALADO 03:34:01

T1 FIA
1. STEPHANE PETERHANSEL/JEAN-PAUL COTTRET 03:15:42
2. GUILHERME SPINELLI/YOUSSEF HADDAD 03:18:45

Protótipos T1
1. KLEVER KOLBERG/FLAVIO FRANCA 03:22:25
2. CRISTIAN BAUMGART /BECO ANDREOTTI 03:23:25
3. JOAO FRANCIOSI/RAFAEL CAPOANI 03:25:43

Pró Brasil
1. JORGE WAGENFUHR/MARCOS PANSTEIN 03:27:16
2. MARCOS CASSOL/LUIS FELIPE ECKEL 03:29:08
3. JORLEY JR./MAYKEL JUSTO 03:29:24

Super Prodution
1. RAFAEL CASSOL/LELIO CARNEIRO JR. 03:37:58
2. REGIS MAIA/ANA CAROLINA BRAGA 03:38:47
3. GLAUBER FONTOURA/MINAE MIYAUTI 04:03:12

Production T2
1. ULYSSES MARINZECK FILHO/JOAO VICTOR RIBEIRO 03:59:49
2. RODRIGO LEIS/RONALD LEIS 04:08:32
3. WILLEM VAN HEES/DORIS VAN HEES 04:13:15

Resultado Acumulado Carros (extra-oficial):

Geral
1. STEPHANE PETERHANSEL/JEAN-PAUL COTTRET 26:58:50 –
2. GUILHERME SPINELLI/YOUSSEF HADDAD 28:47:40 +01:48:49.4
3. JOAO FRANCIOSI/RAFAEL CAPOANI 29:22:59 +02:24:08.4
4. MARCOS CASSOL/LUIS FELIPE ECKEL 29:44:17 +02:45:26.3
5. JORLEY JR./MAYKEL JUSTO 30:49:58 +03:51:07.8
6. ROMEU FRANCIOSI/ROGERIO ALMEIDA 31:00:30 +04:01:39.8
7. MAURO GUEDES/NEURIVAN CALADO 31:10:56 +04:12:05.7
8. GLAUBER FONTOURA/MINAE MIYAUTI 32:48:47 +05:49:56.3
9. CRISTIAN BAUMGART /BECO ANDREOTTI 33:02:51 +06:04:00.4
10. CLEBER ROSA/EDUARDO REBOUCAS 34:44:57 +07:46:06.5

T1 FIA
1. STEPHANE PETERHANSEL/JEAN-PAUL COTTRET 26:58:50
2. GUILHERME SPINELLI/YOUSSEF HADDAD 28:47:40

Protótipos T1
1. JOAO FRANCIOSI/RAFAEL CAPOANI 29:22:59
2. ROMEU FRANCIOSI/ROGERIO ALMEIDA 31:00:30
3. CRISTIAN BAUMGART /BECO ANDREOTTI 33:02:51

Pró Brasil
1. MARCOS CASSOL/LUIS FELIPE ECKEL 29:44:17
2. JORLEY JR./MAYKEL JUSTO 30:49:58
3. MAURO GUEDES/NEURIVAN CALADO 31:10:56

Super Prodution
1. GLAUBER FONTOURA/MINAE MIYAUTI 32:48:47
2. MARCELO DAMINI/ELSON OLIVEIRA 35:33:02
3. ARMANDO CRUZ/SERGIO BESSA 37:53:39

Production T2
2. RODRIGO LEIS/RONALD LEIS 36:51:26
3. ULYSSES MARINZECK FILHO/JOAO VICTOR RIBEIRO 37:47:31
4. FABIO FREIRE/FABIO GROCHOWSKY 43:39:54

Resultado 9ª etapa Caminhões (extra-oficial)
1. EDU PIANO/SOLON MENDES/ANTONIO SALES 05:30:00
2. GUIDO SALVINI NETTO/FLAVIO BISI/FERNANDO CHWAIGERT 05:30:00

Resultado acumulado Caminhões (extra-oficial)

1. EDU PIANO/SOLON MENDES/ANTONIO SALES 26:58:12 –
2. GUIDO SALVINI NETTO/FLAVIO BISI/FERNANDO CHWAIGERT 44:48:09 + 17:49:56.2

10ª. Etapa – 03/08 – sábado
GOIANÉSIA (GO) – GOIÂNIA (GO)
Deslocamento inicial: 7 km
Trecho especial: 123 km
Deslocamento final: 160 km
TOTAL: 290 km

Após nove etapas duríssimas, chegou a hora de desacelerar um pouco. A especial começa rápida por canaviais com piso muito bom e muitas lombas, seguindo por trechos de serra com visuais fantásticos retornando para estradas de fazenda com muitas depressões e pedras até o final da especial. Tecnicamente pode-se afirmar que este Rally dos Sertões foi o mais completo e mais duro dos últimos tempos, exigindo condicionamento físico, resistência das máquinas e uma ótima estratégia de prova.

Fotos do Rally dos Sertões para download: http://www.fotoarena.com.br/busca/index/t/Rally+dos+Sert%C3%B5es+2013+25-07-2013/?ide=17875

Vídeos / Rally dos Sertões – A Dunas Media é responsável pela produção, captação e edição de todas as imagens em vídeo do Rally dos Sertões. A empresa também é detentora dos direitos de comercialização e distribuição destes conteúdos para pilotos, equipes e veículos de comunicação.

A cada etapa do Sertões será disponibilizado um vídeo release de três minutos, para uso jornalístico, no seguinte endereço: http://www.arco.tv/ftp/

Os interessados em mais imagens e conteúdo exclusivo deverão entrar em contato com Adriano Civita, da Dunas Media: (11) 98111.6661

Veja a programação completa: http://www.sertoes.com/Programacao_2013.html

E a lista de inscritos para o Rally dos Sertões 2013: http://www.sertoes.com/ListaExtraOficial_2013.html

Acesse o Rally dos Sertões no Facebook:
http://facebook.com/sertoesoficial

Siga o Sertões no Twitter:
www.twitter.com/sertoesoficial

YouTube – Canal Rally dos Sertões:
www.youtube.com/dunasrace

FGCom
Fernanda Gonçalves / Meg Cotrim/ Caio Scafuro / Cleber Bernuci
Foto: Ricardo Leizer