Zé Hélio e Weidner Moreira vencem o Rally Cuesta em Botucatu

Evento válido pelo Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country contou pontos para a oitava e nona provas do torneio nacional

cuesta-final-cba

Botucatu, SP, 9 de junho de 2013 – O cenário para a disputa da quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country (oitava e nona provas) foram plantações de eucalipto e a exuberante Serra do Cuesta, situada na região de Botucatu, interior paulista. Os competidores superaram uma variedade de obstáculos e terreno diversificado, trechos de areia, erosões, pedras, curvas sinuosas, travessia por riachos, lombadas, subidas e descidas. Ao todo foram 422 quilômetros de percurso, sendo 352 quilômetros de especiais cronometradas.

Zé Hélio e Weidner Moreira, categoria Protótipos, venceram os dois dias na classificação geral dos carros com o tempo de 6h06min10s. “Foi incrível, tivemos uma prova muito bem organizada, com certeza foi um rally que deve ter sido muito difícil de preparar. Passamos por diversas regiões, com pisos diferentes, tivemos que transpor zonas de radar para seguir em frente. Foi um rally muito difícil que desgastou muito piloto, navegador e equipamento. Estou muito feliz por ter vencido de novo aqui, onde comecei a competir, ainda de moto há 20 anos. Pra mim é sempre uma alegria competir em Botucatu, e ganhar é melhor ainda”, disse.

Pela Super Production, o navegador Youssef Haddad ficou surpreso com o resultado. “Foi uma prova muito boa, viemos num conceito diferente pra testar um carro novo, foi muito difícil, voltamos três categorias pra baixo e não quebrar é difícil, porque você tem que achar o limite. O resultado foi uma surpresa, ganhar na categoria nos dois dias, e segundo na geral, mostrou fomos melhor do que prevíamos, um rally duro, difícil, três horas por dia de especial, é uma media pra cima dos Sertões, faltando quarenta dias pro Sertões foi um bom treino e preparação, apesar do grid reduzido foi muito bom”, contou.

Entre a Production, quem venceu a prova foi Rodrigo Meinberg e João Stal (Pajero Tr4). “Prova foi dura, terreno variou bastante com muita areia. A TR sofre muito por não ter muito torque, mas foi uma prova bem gostosa. A primeira colocação é muito bom, estava sem andar há mais de um ano e meio e esse resultado nós não esperávamos, voltando depois de todo esse tempo. É um carro velho, e além do primeiro na Production, ficamos em quarto na geral, vamos ver nas próximas provas o que vamos conseguir fazer e tentar um resultado similar”, disse o piloto Rodrigo.

Para Roberto Reijers, Pro Brasil, a prova foi para testar uma nova estrutura mecânica. “Testamos uma nova configuração desenvolvida para nosso veículo e o Rally Cuesta Off-Road nos ofereceu essa oportunidade. É uma prova bem completa, com diversos tipos de situações off-road, onde além de testar o carro, pudemos atestar as nossas habilidade e nível de competitividade. O Arena sempre se preocupa em levantar um percurso altamente competitivo, onde máquinas e homens são levados ao limite. Foi uma excelente prova”, declarou o piloto.

O trio da categoria Caminhões, formado pelo piloto Carlos Policarpo de Oliveira, o navegador Rômulo Seccomandi o copiloto Davi Fonseca (Ford F-4000), da Ford Território 4×4 Racing, está na luta para conquistar o nono título nacional da equipe e vencer o Rally Cuesta Off-Road faz-se extremamente necessário. “A prova estava muito gostosa e prazerosa, foi um último treino para o Rally dos Sertões. Está tudo preparado para a próxima disputa, o caminhão respondeu bem, nossa equipe está há dois anos com esse equipamento e está tudo perfeito”, revelou Policarpo.

O grid da competição foi formado por mais de 80 veículos, entre motos, quadriciclos, UTV´s, carros e caminhões. O parque de apoio das equipes, vistorias, largadas e parque fechado estiveram montados no Ginásio de Esportes Mário Covas, em Botucatu (SP). Já os briefings, secretaria de prova, quadro de avisos e cerimônia de premiação, foram no Primar Plaza Hotel.

O 6º Rally Cuesta contou pontos para o Campeonato Brasileiro de Rally Baja (motos, quadriciclos e UTV´s) e Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country (Carros e Caminhões), como também para o Campeonato Paulista de Rally Cross Country.

A próxima disputa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country é o 21º Rally Internacional dos Sertões programado para os dias 26 de julho a 03 de agosto com largada e chegada em Goiânia (GO), os quatro primeiros dias contam pontos para a competição, válida pela 10ª, 11ª, 12ª e 13ª etapas.

Mais informações: www.cba.com.br e www.rallycuestaoffroad.com.br.

Confira o resultado acumulado da 4ª etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country para Carros (8ª e 9ª provas) e Caminhões (4ª e 5ª provas):

Carros
1º José Hélio Rodrigues/Weidner Moreira, Pro Brasil, 06h06min10s
2º Guilherme Spinelli/Youssef Haddad, Super Production, 06h11min57s
3º Régis Braga/Ana Carolina Braga,Super Production, 06h14min03s
4º Rodrigo Meinberg/João Stal, Production, 06h23min54s
5º Elson Cascão/Elson Luís Oliveira, Pro Brasil, 6h42min01s
6º André Franco de Miranda/Osman Dehn João, Super Production, 6h53min41s
7º Helena Soares/Claudia Grandi, Super Production, 7h04min16
8º Marcos Kffuri/Rodrigo Czech, Production, 7h09min18s
9º Willem van Hees/Doris van Hees, Production, 7h27min33s
10º Luiz Facco/Humberto Ribeiro, Pro Brasil, 8h57min17s
11º Roberto Reijers/Fausta Dallape, Protótipo, 10h53min03s
12º Wagner Felipe Roncon/Joselito Vieira de Melo Junior, Production, 11h20min58s
13º Marcos Moraes/Edu Sachs, Protótipo, 13h56min16
14º Lucas Moraes/Kaique Bontivoglio, Protótipo, 14h00min14s
15º Romeu Franciosi/Rogério Almeida, Protótipo, 14h04min07s
16º Davison Rabechi/Glauber Fontoura, Protótipo, 14h37min05s
17º Luiz Claudio Ahrends/Fábio Pedroso, Protótipo, 17h20min00s
18º Roberto Takashima/Alisson Pedroso, Super Production, 17h30min00s
19º Leandro Torres/Idali Bosse, Protótipo, 22h00min00s
20º Pietro Branchini/Henry Carst, Production, 23h00min06s
21º Jorge Wagenfur/Marco Pastein, Pro Brasil, ST

Caminhões
1º Carlos Policarpo/Romulo Seccomandi/Davi Fonseca, 06h25min21s
2º Felicio Bragante/Ricardo Costa/Nelson Cordeiro, 12h37min58s
3º Guido Salvini/Flávio Bisi/Fernando Chwaigert, 12h53min57s

Calendário:
Etapa 1 – (1ª e 2ª provas) – 09 e 10 de março – Rally de Barretos
Etapa 2 – (3ª, 4ª, 5ª e 6ª provas) – 10 e 13 de abril – RN 1500
Etapa 3 – (7ª provas) – 11 de maio – Sertões Series
Etapa 4 – (8ª e 9ª provas) – 08 e 09 de junho – Cuesta Off-Road
Etapa 5 – (10ª, 11ª, 12ª e 13ª provas) 27 e 28 de julho/03 e 04 de agosto – Rally dos Sertões
Etapa 6 – (14ª e 15ª provas) – 12 e 13 de outubro – a definir
Etapa 7 – (16ª e 17ª provas) – 16 e 17 de novembro – Rally das Serras
Etapa 8 – (18ª prova) – 14 e 15 de dezembro – Rally dos Amigos

Dinho Leme Comunicação
Imprensa
Confederação Brasileira de Automobilismo
Foto: Luciano Santos