Segunda etapa do RN 1500 foi em trecho travado com muita navegação

Os competidores tiveram que redobrar a atenção com as informações da planilha

rn1500-2etapa-ms

Os 127,95 km de trecho cronometrado da segunda etapa do RN 1500 surpreenderam os competidores. As equipes que passaram pelo Seridó, conhecido como o Sertão das Pedras, enfrentaram uma das provas mais complicadas do calendário nacional de rally cross country.

“Foi uma especial nos padrões do Rally dos Sertões. Muitas pedras nas saídas de curva e um trecho muito travado. Dá pra contar nos dedos às vezes que engatamos a quarta marcha”, detalha o piloto da MS Rally, Mauro Guedes. Para se ter uma ideia, os carros completaram o trajeto pelo menos duas horas depois de terem largado.

Além dos obstáculos em trechos sinuosos, a navegação foi complicada. Muitos competidores se perderam na trilha que ligou Currais Novos a Mossoró. A MS Rally fechou o dia em segundo lugar na categoria Pró-Brasil e em sexto na classificação geral. “Poderíamos ter conquistado um tempo melhor. Não erramos na navegação, mas perdemos força no motor em alguns pontos e tivemos que controlar para evitar uma quebra”, lamenta o navegador Neurivan Calado.

A equipe de Brasília fez o tempo de 2h12m17s. No acumulado das duas etapas já realizadas, a MS Rally ocupa a quarta colocação geral e a segunda posição na categoria Pró-Brasil, 19 segundos atrás dos líderes Luiz Facco e Vinícius Castro.

Nesta sexta-feira (11), os competidores saem de Mossoró com destino a São Miguel do Gostoso. A organização já adiantou que os 137,70 km de trecho cronometrado serão em dunas, exigindo muita navegação por GPS. A chegada será praia, uma das mais belas paisagens do RN 1500.

Acompanhe a MS Rally:

Pelo Facebook
www.facebook.com/MS.Rallybsb

Pelo site
www.msrally.com.br

Felipe Linhares
Tripé Assessoria de Imprensa
Foto: Doni Castilho/DFOTOS